Radiografias Intrabucais

Periapical, Interproximal (Bite-Wing), Técnica de Localização, Oclusal, Raio-X Digital.
Disponível em todas as unidades.

Radiografia Dental Digital
Os sistemas de radiografia dental digital permitem a obtenção das imagens sem a utilização de filmes e câmara escura e com acentuada diminuição da dose de radiação ao paciente, em torno de 80%. As radiografias digitais podem ser submetidas a um processamento de imagens, através do qual podemos alterar densidade e contraste, inverter a imagem para a forma negativa, tomar medidas, mensurar densidades ópticas, colorir a imagem e até transformá-lo em tridimensional (3d).

Periapical
Duas técnicas básicas são empregadas neste exame: Bissetriz e Paralelismo, apresentando a última, uma série de vantagens.

Tem como objetivo visualizar toda a unidade dentária (coroa, raiz, câmara pulpar e canal radicular), espaço periodontal, lâmina dura, e tecido ósseo circunvizinho. É indicado para estudar a relação da cronologia de erupção decídua e permanente e todas as alterações que ocorrem nessas estruturas, tais como: anomalias de desenvolvimento, lesões periapicais e periodontais, cistos, reabsorções dentárias, controle de tratamentos, nódulos pulpares etc.

Interproximal
Também chamada “bite wing”, e fundamental para pesquisa de cáries interproximais, evidenciação de alterações na câmara pulpar, crista alveolar e adaptações marginais de restaurações (excessos ou faltas).

Oclusal
Utilizada como complementação aos achados obtidos no exame periapical quando se deseja visualizar maior área de estudo no sentido vestíbulo lingual e vestíbulo palatino. As variantes da técnica oclusal para maxila (total, anterior, canino, assoalho do seio e tuber) e para mandíbula (total, sínfise parcial), possibilitam a evidenciação anatômica e alterações patológicas especificas nessas áreas, tais como: dentes inclusos, supra numerários, corpos estranhos, lesões, cálculos salivares etc. Em ortodontia se utiliza para controle de ação de aparelhos.

Técnicas de Localização
São métodos utilizados com associação de filmes periapicais, oclusais ou extrabucais, a fim de complementar o diagnóstico ou determinar a área patológica a ser localizada em todas as dimensões. Devido a peculiaridade de cada caso, na solicitação desse exame deverá ser informado somente a área e a suspeita clínica, cabendo ao radiologista determinar qual a técnica a ser aplicada.

  Por: Prof. Perboyre Castelo – Presidente da ABRO.

Outros Serviços